sexta-feira, 17 de junho de 2011

Final de semana, finalmente.

Semana longa, esta. Batalhas de Itararé pelo meio, fogos de artíficio chinfrins e muita perda de tempo com o que não é essencial. O resultado é que chego na sexta quase pelas tabelas.


E ainda tenho um debate. Agora mesmo. Vou correndo lá para o Auditório da Biblioteca.

Ah! O debate é sobre desarmamento. Sim, precisamos de desarmamento. Muitos, inclusive os espirituais.

Fui!

Um comentário:

Ilza disse...

O desarmamento espiritual é o mais urgente de todos.As atitudes e sentimentos negativos que são alimentados pelos comuns mortais, nos dias atuais, faz tudo parecer muito pesado. Precisamos aprender a ser mais leves, mais soltos, para podermos voar em busca da liberdade em todos os sentidos...
Que tal voltarmos às teses de Ítalo Calvino? Taí uma sugestão.