quarta-feira, 28 de abril de 2010

A morte de um mestre, a perda de um amigo




Eu assimilo as notícias trágicas devagar. Assim, ainda estou sob estado de choque. Devo chorar mais tarde, sei bem. Por ora é só um nó terrível na minha garganta... Morreu Daniel Joseph Hogan, um grande pesquisador, um gestor impecável e uma figura humana fantástica.

Daniel foi, para mim, muito mais que um orientador de tese. Respeitoso, cuidadoso e rigoroso, Daniel é, até hoje, o melhor modelo de professor universitário. Sabe aquele cara que você se orgulha de conhecer e partilhar algo com ele? Esse era o Daniel Hogan...

Devo o meu contato com Daniel ao grande amigo Haroldo Gama Torres. E creio que, como eu, o Haroldo deve estar sofrendo muito. E não apenas nós, óbvio. Todos os que conviveram mais de perto com ele, especialmente seus companheiros de pesquisa no NEPAM e NEPO devem estar sofrendo muito com essa perda.

No site da UNICAMP você encontra mais informações sobre essa notícia triste.

2 comentários:

Grasiela disse...

Meus sinceros sentimentos!
Não o conhecia pessoalmente, porém aprendi mto com várias publicações de Hogan. É uma inestimável perda para a sociedade e para a ciência. Estamos tb tristes.

Grasiela rodrigues
Engenheira Ambiental/Grupo HAND de modelagem de terrenos no INPE

Blog do Thadeu disse...

Minhas condolências.