sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

E Micarla viu a uva...

A prefeita verde voltou atrás. Após perceber o desastre político que seria a liberação dos espigões em frente ao Morro do Careca, a alcaide natalense recuou. Vitoriosa está a Promotora Gilka da Mata. Quem também saiu-se bem foi a UFRN, que, através de um grupo de professores da arquitetura, elaborou o parecer técnico que justificou a suspensão das polêmicas construções. Mal na fita ficou o Secretário Kalazans. Micarla, que não começou ontem na política, colocou a trapalhada na conta do ex-petista. Pode ser o sinal de que está sendo aberta uma vaga no secretariado da borboletinha...

Um comentário:

diogo disse...

Professor, desde que começou essa discussão sobre plano diretor que eu acompanho em blogs e na imprensa local e eis que me surgiu uma dúvida esses dias: Porque em qualquer lugar da cidade quando vemos uma construção, falamos de prédio ou chamamos de edificio, mas, quando o mesmo é construido nas imediações de Ponta Negra é chamado de espigão?