sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O clima em Brasília, o segundo turno e...o resto.

Estou de partida, no aeroporto. Uma nuvem começou a se formar no final da tarde, aqui no Planalto. Aí, eu pensei: "ufa!, vem chuva..." O motorista do taxi que me trazia, junto com colegas, para o aeroporto, esperançoso, comentou: "acho que vai ser hoje...". O clima aqui está simplesmente insuportável e a chuva é esperada com ansiedade. Mas a chuva não veio... ainda.

Mas eu quero falar de outro clima, do político. Roriz, o canastrão adorado pelos candangos, que disputava com o petista Agnelo Queroz o governo do DF, renunciou à candidatura, temendo ser defenestrado pela justiça. No seu lugar, indicou a mulher como candidata. Com isso, o clima político daqui fica pior do que o outro.

No mundinho em que eu estava trabalhando, lá na Capes, a casadinha é Marina para presidente e Agnelo para governador. Impressiona a penetração de Marina nos servidores públicos de Brasília. Também a seguem, com entusiasmo, os evangélicos brasilienses. Foi o que eu constatei nas conversas com o pessoal terceirizado da Capes.

Lí, em algum lugar, que, no Rio, Marina, que estava em empate técnico com o Serra, já teria abiscoitado o segundo lugar. Essa subida de Marina, consistente entre os eleitores mais escolarizados e de melhor renda, pode levar a disputa na eleição presidencial para o segundo turno. Há, no ar, essa expectativa.

Se o segundo turno realmente vier a ocorrer, com o aumento da desidratação da candidatura da Dilma, o clima de confronto que está se desenhando será mais atiçado ainda. Petistas farão tudo para jogar a conta da derrota (não vencer no primeiro turno terá, para Dilma e o PT, o significado de uma grande derrota) na imprensa. Nenhuma autocrítica se ouvirá, podem ter certeza.

Confesso que me decepciona um pouco ver o Lula ocupando esse papel de atiçador da patuléia contra a imprensa. Ele não precisava disso. Tem uma biografia de democrata...

Mas, são coisas da política brasileira. Os nossos atores gostam de representar a comédia que encenam com esmerada canastrice como se tragédia fosse. Lula descontruiu um pouco o Lula, em nome da disputa eleitoral. Ficou menor.

Bom. Acho que ainda dá tempo para uma cerveja... Fui!

12 comentários:

Flávio disse...

Certamenmte professor, bom vê-lo tecer a critica aos que muitos consideram intocaveis!
De fato muito do Lula está se perdendo. A lógica é a do jogo: tudo vale pela eleição!
abraço...

Edmilson Lopes Júnior disse...

Grande Flávio!

Este blogue spo tem sentido se continuar assim: como espaço para o execício do pensamento crítico e autônomo. Para fazer propanda partidária e eleitoral, meu Deus!, tem blogue a dar com o pau, não é?

Um abraço,

Edmilson Lopes

Edmilson Lopes Júnior disse...

Grande Flávio!

Este blogue spo tem sentido se continuar assim: como espaço para o execício do pensamento crítico e autônomo. Para fazer propanda partidária e eleitoral, meu Deus!, tem blogue a dar com o pau, não é?

Um abraço,

Edmilson Lopes

Alan Martins disse...

Prezado prof. Edmilson,
Na verdade seu blog presta um grande serviço pela isenção com que colocas suas posições políticas.
Assim, caso permita, vou me posicionar discordando que Lula erra em fazer crítica veemente à imprensa conservadora, que este ano está tomando partido de uma forma tão explícita que assusta.
Além disso o impacto dos blogs "Dilmistas" é insignificante se comparado à força da globo, band, folha, veja e similares.
Francamente, neste caso, vou corroborar com a posição de Leonardo Boff, que aliás, vota em Marina: http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=16986
Só mais uma coisa, a ideia de que em Brasília existe um voto casado entre Agnelo e Marina, não condiz pelo menos com os números do Ibope, onde Marina tem 50% e Agnelo 42%. A casadinha Marina e Agnelo possivelmente está restrita aos funcionários da Capes.
Um abraço.

Alan Martins disse...

Marina tem 50% e Agnelo 42%, eu quis dizer DILMA tem 50% e Agnelo 42%.

Dennys Lucas disse...

Olá prof.

Não sou daqueles que se empenham em atacar a mídia, mas também não acho que ela seja intocável, logo é passível de enfrentamento, e se entre os "esclarecidos" ela já acorda nua, é que entre boa parte da população acorda maquiada, e conforme um padrão de beleza e verdade destoante e interessada por critérios, se não descabidos, ao menos, obscuros, agora já é hora de levar cipuada de instituição semelhante: o Lula.

E ainda que possa interferir, ou mesmo atrasar o rumo na constituição mais plena de estado desejada por qualquer democrata convicto, torna-se, inclusive por acreditar nesta, imprescindível enfrentar e escancarar aqueles que possam impedir, e, não obstante, o Lula é um interlocutor de cacife e latejado e portador de “credibilidade” no povão.

Este momento é de pouca ameaça próximo do que a mídia vem fazendo, não somente nesta eleição, na e pela nossa democracia: o Lula com este ato, portanto, não desmerece sua representatividade de democrata, pelo contrário, pode está preocupado com algo maior do que, simplesmente, sua postura e sua simbologia: precisamos construir a base, e este enfrentamento serviu para algo, nestes dias a tese da imparcialidade tem sido descortinada, e pelas palavras deles mesmo em seus editoriais...

abraço
Dennys Lucas

Anônimo disse...

Professor,

fui seu aluno. No tempo em que eu senhor ainda não tinha vendido a alma para o diabo. Me disseram que o senhor andou rebendo uns trocados do DEM por umas consultorias. É verdade? Acho que, por isso, o senhor se tornou tão crítico, não?
Que decepção!

Ex-Aluno

Anônimo disse...

O senhor não suporta o sucesso dos outros, não é? Daí, hoje, ser um sujeito ressentido.
Aqui em Mossoró, pelo menos entre a gente que foi seu aluno, todo mundo ando muito decepcionado com o senhor.
Ninguém esquece a trairagem que o senhor fez, criticando sem nenhuma razão, a deputade Fátima Bezerra.
É isso, né? O sujeito vai ficando velho e se torna babaca e ingrato. Hoje, o senhor esculhamba com quem te apoiou ontem...
Depois que a Dilma ganhar, o senhor vai ver o que é bom. Não pense que vai continuar dando uma de gostoso, recebendo dinheiro para projeto de pesquisa e mais coisas...

Ex-aluno

Anônimo disse...

O senhor não suporta o sucesso dos outros, não é? Daí, hoje, ser um sujeito ressentido.
Aqui em Mossoró, pelo menos entre a gente que foi seu aluno, todo mundo ando muito decepcionado com o senhor.
Ninguém esquece a trairagem que o senhor fez, criticando sem nenhuma razão, a deputade Fátima Bezerra.
É isso, né? O sujeito vai ficando velho e se torna babaca e ingrato. Hoje, o senhor esculhamba com quem te apoiou ontem...
Depois que a Dilma ganhar, o senhor vai ver o que é bom. Não pense que vai continuar dando uma de gostoso, recebendo dinheiro para projeto de pesquisa e mais coisas...

Ex-aluno

Betânia disse...

Olha, vim para os comentários porque considero horrível a ameaça e a covardia do anonimato. Aliás, o anonimato vale para o disque denùncia em casos de pedofilia e violência, ainda assim não é uma situação muito confortável, embora necessária para resguardar a vida de vítimas e testemunhas de casos de violência.

Edmilson, aprecio sempre o seu blog, observo sua conduta de sociólogo de trazer para o debate questões que muitas vezes estão escondidas sob tapetes ou banalizadas.

Contudo, também penso que a mídia brasileira está tentando conduzir um segundo turno seja com Serra ou com Marina, no sentido de tornar vulnerável a candidata do PT, Dilma Roussef.

Aliás no blog de Luís Nassif que li outro dia discutia-se qual vai ser a "bala de prata" que a mídia e, principalmente, a TV Globo vai colocar no ar na quinta-feira antes da eleição para deixar sem espaço para o PT se defender.

Um abraço,

Betânia Torres

Alan Martins disse...

Em defesa de Edmilson.

Sei que Edmilson, do ponto em que se encontra, jamais precisaria de minha defesa, mas vai mesmo assim.

Pôxa, tô horrorizado com a pobreza dos comentários que surgiram após o meu (Obviamente com exceção da elegância de Dennis e de minha amiga Betânia).
Pessoal que está revoltado da vida, façam seus próprios blogs para expor suas indignações. É muita covardia fazer isso aqui. No lugar de Edmilson, eu excluiria tais comentários antes que fossem publicados.
Você não é obrigado a tolerar isso em sua "casa virtual".

Só pra não perder a viagem, deixe-me reforçar que Dilma, quer o "data-serra" goste ou não, com suas pesquisas feitas via telefone (mesma metodologia daquela que fizeram em 1989 que deu vantagem a Collor depois do debate da globo - ver denúncia feita por Luiz Nassif) ganhará a eleição no primeiro turno com mais de 6 milhões de votos de diferença para a soma dos demais candidatos.
A razão pra isso é simples. Serra representa a "renovação" quando ninguém quer renovar coisa alguma e Marina representa a ... representa o que mesmo?

Dennys Lucas disse...

Solidariedade ao Professor Edmílson!!!

Debate rasteiro, sem argumento ou utilidade ao conteúdo da análise do professor Edmílson...

Já eu, sou ex-aluno, e embora discorde de algumas análises e posicionamentos, tenho orgulho e sempre em engrandeço visitando este site e colhendo suas opiniões, Professor!

saudações,
Dennys Lucas